MENU

05/03/2014

Álbum de fotos

Nova Iorque - Estados Unidos US

Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo


Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo
Nova Iorque - Estados Unidos US - Viagem Volta ao Mundo - Just Go #JustGo



Nova Iorque


Nova Iorque (em inglês: New York), ou Nova York, é a cidade mais populosa dos Estados Unidos e o centro da Região Metropolitana de Nova Iorque, uma das áreas metropolitanas mais populosas do mundo.[4][5][6] É também a terceira cidade mais populosa da América, atrás de São Paulo e Cidade do México. A cidade exerce um impacto significativo sobre o comércio, finanças, mídia, arte, moda, pesquisa, tecnologia, educação e entretenimento de todo o planeta. Nova Iorque abriga a sede da Organização das Nações Unidas (ONU),[7] sendo um importante centro para assuntos internacionais e amplamente considerada como a capital cultural do mundo.[8][9][10][11][12] A cidade também é referida como Cidade de Nova Iorque[13] (em inglês: New York City) para distingui-la do estado de Nova Iorque, do qual faz parte.
Localizada em um dos maiores portos naturais do mundo,[15] a cidade é composta por cinco boroughs: Bronx, Brooklyn, Manhattan, Queens e Staten Island.[16] Com uma população que, de acordo com o Censo dos Estados Unidos de 2010, atinge 8.175.133 habitantes, distribuídos numa área de terra de apenas 784 km²[17][18]. Nova Iorque é a grande cidade mais densamente povoada dos Estados Unidos[19] e a segunda localidade mais densamente povoada do estado de Nova Iorque. Com cerca de 800 idiomas diferentes falados em seu território, Nova Iorque é a cidade com a maior diversidade linguística do mundo.[20] A população da Região Metropolitana de Nova Iorque é a maior dos Estados Unidos, estimada em cerca de 18,9 milhões de pessoas distribuídas em cerca de 17.400 km².
Nova Iorque tem suas raízes na sua fundação em 1624 como um posto de comércio por colonos neerlandeses, sendo nomeada Nova Amsterdã, em 1626.[23] A cidade e seus arredores foram tomadas pelo Reino da Inglaterra em 1664[24][25], passando a fazer parte do Império Britânico, e sendo seu nome alterado para Nova Iorque, depois que o Rei Carlos II da Inglaterra concedeu as terras para seu irmão, o então Duque de Iorque (futuro Rei Jaime II da Inglaterra).[26][27] Nova Iorque serviu como a capital dos Estados Unidos de 1785 até 1790,[28] sendo a maior cidade do país desde 1790.[29] A Estátua da Liberdade recebeu milhões de imigrantes que vieram para a América de navio no final do século XIX e início do século XX.
Muitos distritos e pontos turísticos de Nova Iorque se tornaram bem conhecidos graças aos seus quase 50 milhões de visitantes anuais.[31] A Times Square, batizada de "a encruzilhada do mundo",[32][33][34][35] é a região iluminada onde se concentram os famosos teatros da Broadway,[36] sendo um dos cruzamentos de pedestres mais movimentados do mundo[37] e um importante centro da indústria do entretenimento mundial.[38] A cidade abriga algumas das pontes, arranha-céus[39] e parques de maior renome no mundo. O distrito financeiro de Nova Iorque, ancorado por Wall Street em Lower Manhattan, atua como um dos maiores centros financeiros do mundo,[40][41][42][43][44][45][46] e é o lar da Bolsa de Valores de Nova Iorque, a maior bolsa de valores do planeta pelo total de capitalização de mercado de suas empresas listadas.[47] O mercado imobiliário de Manhattan está entre os mais valorizados e caros do mundo.[48] A Chinatown de Manhattan incorpora a maior concentração de chineses do Ocidente.[49] Ao contrário da maioria dos sistemas de metrô do mundo, o Metropolitano de Nova Iorque é projetado para fornecer o serviço 24 horas por dia, 7 dias por semana.[50] Inúmeros colégios e universidades estão localizados na cidade, incluindo a Universidade de Colúmbia, a Universidade de Nova Iorque e a Universidade Rockefeller, que estão classificadas entre as 100 melhores do mundo.




Estados Unidos


Os Estados Unidos da América (em inglês: United States of America; pronunciado: [juːˈnaɪ.təd ˈsteɪʦ əv əˈmɛ.ɻɪ.kə]), ou simplesmente Estados Unidos (Loudspeaker.svg? United States), são uma república constitucional federal composta por 50 estados e um distrito federal. A maior parte do país situa-se na região central da América do Norte, formada por 48 estados e Washington, D.C., o distrito federal da capital. Banhado pelos oceanos Pacífico e Atlântico, faz fronteira com o Canadá ao norte e com o México ao sul. O estado do Alasca está no noroeste do continente, fazendo fronteira com o Canadá no leste e com a Rússia a oeste, através do estreito de Bering. O estado do Havaí é um arquipélago no Pacífico Central. O país também possui vários outros territórios no Caribe e no Oceano Pacífico. Com 9,37 milhões de km² de área e uma população de mais de 300 milhões de habitantes, o país é o quarto maior em área total, o quinto maior em área contígua e o terceiro em população. Os Estados Unidos são uma das nações mais multiculturais e etnicamente diversas do mundo, produto da forte imigração vinda de muitos países.[9] Sua geografia e sistemas climáticos também são extremamente diversificados, com desertos, planícies, florestas e montanhas que abrigam uma grande variedade de espécies.
Os paleoindígenas que migraram da Ásia há quinze mil anos, habitam o que é hoje o território dos Estados Unidos até os dias atuais. Esta população nativa foi muito reduzida após o contato com os europeus devido a doenças e guerras. Os Estados Unidos foram fundados pelas treze colônias do Império Britânico localizadas ao longo da sua costa atlântica. Em 4 de julho de 1776, foi emitida a Declaração de Independência, que proclamou o seu direito à autodeterminação e a criação de uma união cooperativa. Os estados rebeldes derrotaram a Grã-Bretanha na Guerra Revolucionária Americana, a primeira guerra colonial bem sucedida da Idade Contemporânea.[10] A Convenção de Filadélfia aprovou a atual Constituição dos Estados Unidos em 17 de setembro de 1787; sua ratificação no ano seguinte tornou os estados parte de uma única república com um forte governo central. A Carta dos Direitos, composta por dez emendas constitucionais que garantem vários direitos civis e liberdades fundamentais, foi ratificada em 1791.
Guiados pela doutrina do destino manifesto, os Estados Unidos embarcaram em uma vigorosa expansão territorial pela América do Norte durante o século XIX[11] que resultou no deslocamento de tribos indígenas, aquisição de territórios e na anexação de novos Estados.[11] Os conflitos entre o sul agrário e o norte industrializado do país sobre os direitos dos estados e a expansão da instituição da escravatura provocaram a Guerra de Secessão, que decorreu entre 1861 e 1865. A vitória do Norte impediu a separação do país e levou ao fim da escravatura nos Estados Unidos. No final do século XIX, sua economia tornou-se a maior do mundo e o país expandiu-se para o Pacífico.[12] A Guerra Hispano-Americana e a Primeira Guerra Mundial confirmaram o estatuto do país como uma potência militar. A nação emergiu da Segunda Guerra Mundial como o primeiro país com armas nucleares e como membro permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas. O fim da Guerra Fria e a dissolução da União Soviética deixaram-no como a única superpotência restante.
Os Estados Unidos são um país desenvolvido e formam a maior economia nacional do mundo, com um produto interno bruto que em 2012 foi de 15,6 trilhões * de dólares, equivalente a 19% do PIB mundial por paridade do poder de compra (PPC) de 2011.[13][nota 2] Sua renda per capita era a sexta maior do mundo em 2010, no entanto o país é o mais desigual dos membros da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), conforme calculado pelo Banco Mundial.[14] Sua economia é alimentada pela abundância de recursos naturais, por uma infraestrutura bem desenvolvida e pela alta produtividade; e, apesar de ser considerado uma economia pós-industrial, o país continua a ser um dos maiores fabricantes do mundo.[15] Os Estados Unidos respondem por 39% dos gastos militares do planeta[16] e são um forte líder econômico, político e cultural.