A história da configuração do território paranaense


O Tratado de Tordesilhas: espanhóis e portugueses na América


O Brasil é o país que possui a maior extensão territorial da América do Sul. Costumamos dizer que ele possui proporções continentais, ou seja, a grandeza do nosso território se assemelha a continentes como a Oceania e a Europa.

Observe o mapa a seguir que representa a divisão da América em 1494 pelo Tratado de Tordesilhas.


Mapa do Tratado de Tordesilhas


 Mapa do Tratado de Tordesilhas

Mapa do Tratado de Tordesilhas




Agora, compare o mapa acima, que retrata a divisão da América em 1494, com um mapa do Brasil na atualidade. Qual a diferença em relação ao tamanho do território brasileiro? Primeiro, vamos analisar alguns acontecimentos históricos da ocupação do território onde hoje se encontra o Brasil. Antes mesmo da chegada oficial dos portugueses na região que seria chamada Brasil, já havia uma disputa pelas terras do continente americano entre os europeus. Essa disputa acontecia principalmente entre Portugal e Espanha, que foram os dois primeiros países que se aventuraram pelos oceanos, conquistando novos territórios.

Portugal saiu na frente nesse empreendimento, promovendo várias expedições marítimas, sempre contornando a África. Contudo, foi Cristóvão Colombo, em nome da Espanha, que chegou à América em 1492. Esse foi um grande feito para a época, pois os europeus não sabiam da existência do continente americano.

Em um acordo entre Portugal e Espanha, foi estabelecido o Tratado de Tordesilhas, em 7 de julho de 1494. Por esse acordo, todas as terras descobertas no território americano seriam divididas entre portugueses e espanhóis. Para isso, foi traçada uma linha imaginária a 370 léguas das ilhas de Cabo Verde, situadas no Oceano Atlântico, próximas ao continente africano.

Todas as terras encontradas a leste da linha seriam de Portugal e, as a oeste, seriam da Espanha. Desse modo, antes mesmo de Pedro Álvares Cabral chegar ao Brasil, parte do território brasileiro já pertencia a Portugal em razão do Tratado de Tordesilhas, incluindo uma parte das terras do litoral paranaense (hoje Paranaguá, Antonina e Morretes).




Conteúdo correspondente: