Rio Iguaçu e sua importancia na historia do Paraná



No tempo dos barcos a vapor



Em 1915 foi criado o Lloyd Paranaense, que empregava os barcos a vapor no transporte de mercadorias – principalmente madeira e erva-mate – através do rio Iguaçu. Por quase meio século o Iguaçu foi a principal ligação entre as cidades do sul do estado. A “época de ouro” dos vapores deixou saudade e um legado de integração e desenvolvimento.

O município de Porto Amazonas é considerado o marco zero da navegação do Iguaçu desde a época em que estes barcos desciam pelo rio até União da Vitória (entre 1882 e 1953), transportando madeira e erva-mate e movimentando a economia do sul do Paraná. Porto Amazonas – assim como as demais cidades da região – até hoje convive com as relíquias de seu passado marcante.

Atualmente não existe mais navegação de cabotagem, é realizada apenas navegação com cunho turístico e de pesquisa.


O vapor Iguassu, junto ao porto da firma Conrado Burher, 1930. Porto Amazonas (PR).


O vapor Iguassu, junto ao porto da firma Conrado Burher, 1930. Porto Amazonas (PR).

O vapor Iguassu, junto ao porto da firma Conrado Burher, 1930. Porto Amazonas (PR).




Rio Iguaçu (PR)


 Rio Iguaçu (PR).

Rio Iguaçu (PR).









Conteúdo correspondente: