Outros recursos hídricos de Santa Catarina



Existe um enorme reservatório subterrâneo de água doce em nosso território. O aquífero Guarani é uma reserva subterrânea (lençol freático) de água doce (considerada até o momento a maior do mundo) localizada na região sul da América do Sul (partes do território do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

Esse aquífero atravessa oito estados brasileiros: São Paulo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, totalizando 840 km2. A profundidade da reserva de água doce é de aproximadamente 1 500 m.

Segundo especialistas em hidrologia, a quantidade de água doce do aquífero seria capaz de abastecer a população mundial por mais de cem anos. Numa possível falta de água no futuro, esse recurso será de extrema importância para a humanidade.


O aquífero Guarani é uma reserva subterrânea (lençol freático) de água doce (considerada até o momento a maior do mundo)


 O aquífero Guarani é uma reserva subterrânea (lençol freático) de água doce (considerada até o momento a maior do mundo)

O aquífero Guarani é uma reserva subterrânea (lençol freático) de água doce (considerada até o momento a maior do mundo)





Lagoas


As lagoas são porções de água cercadas por terras. No estado, são muito frequentes na proximidade da faixa litorânea. Muitas delas são exploradas para a pesca e também para o turismo.

Na Ilha de Santa Catarina destacam-se as lagoas da Conceição e do Peri, pontos turísticos da capital. Ao sul de Florianópolis há inúmeras lagoas costeiras, como a Lagoa do Ribeirão Grande, a Lagoa Encantada, a Lagoa de Ibiraquera, a Lagoa de Santa Marta, a Lagoa de Garopaba e a Lagoa dos Esteves.

Nos municípios de Laguna, Imbituba e Imaruí está o maior complexo lagunar, assim chamado por ser constituído por três grandes lagoas: a de Santo Antônio, a de Imaruí e a Mirim.

Esta área forma um conjunto ambiental costeiro, onde há abundância de vida aquática. Ao longo das lagoas estão as comunidades pesqueiras que exercem a pesca artesanal do camarão. Com o aumento do consumo do camarão, hoje, técnicas de manejo ocupam as lagoas com o cultivo de camarão em viveiros, denominados de carcinicultura.


Nos municípios de Laguna, Imbituba e Imaruí está o maior complexo lagunar


 Nos municípios de Laguna, Imbituba e Imaruí está o maior complexo lagunar

Nos municípios de Laguna, Imbituba e Imaruí está o maior complexo lagunar





A importância dos rios


Os rios têm grande importância para as populações desde os mais remotos tempos, pois deles se obtêm água para consumo, irrigação para plantações, manancial de alimentos (peixes), vias naturais de circulação de embarcações para transporte de pessoas e mercadorias. Além disso, suas águas ainda podem ser utilizadas para a produção de energia elétrica.

O estado de Santa Catarina possui muitas usinas hidrelétricas, pois o seu relevo de planaltos favorece a construção de usinas que se utilizam da força da queda da água para gerar energia elétrica.

No rio Uruguai, divisa entre os municípios de Itá (SC) e Aratiba (RS) foi construída a usina de Itá que está em operação desde 2001.

No rio Pelotas, entre os municípios de Pirituba (SC) e Maxiliano Almeida (RS) opera, desde 2002, a Usina Hidrelétrica de Machadinho, além de muitas outras usinas em operação no estado.


Orla da Laguna de Santo Antônio


 Orla da Laguna de Santo Antônio

Orla da Laguna de Santo Antônio









Conteúdo correspondente:

Juliana Francine Da Costa Silveira