A preservação histórica e cultural de Santa Catarina



Desde os mais remotos tempos, o homem percebeu que dar nomes aos lugares onde ele circulava era importante para a localização e o reconhecimento deles. Com o crescimento dos bairros e das cidades, a função de dar nomes aos locais públicos, como praças e ruas, passou para a Câmara dos Vereadores de cada município.

A principal função dessa medida foi a necessidade de criar um cadastro oficial para a cobrança de impostos, uma vez que, com a ausência desses dados ficava mais difícil recolher essa taxa dos moradores.

Atualmente, em razão do crescimento das cidades, alguns bairros deixaram de ser basicamente residências, passando a oferecer vários serviços. Nesse caso, seus moradores podem trabalhar, estudar e morar neles, pois ali encontram toda a infraestrutura de que precisam.

Os bairros e as cidades mudam bastante ao longo do tempo. Muitas vezes, não percebemos essas mudanças, mas elas sempre estão acontecendo e interferem na vida de todos nós.

Alguns bairros, por serem muito antigos ou por possuírem características muito típicas, retratam o passado de algumas cidades, como aqueles em que grande parte dos moradores é formada por um determinado grupo de imigrantes. No nosso estado, por exemplo, podem ser encontradas casas típicas que se referem a diferentes estilos de construção: alemão, italiano, açoriano, entre muitos outros.


As casas alemãs típicas apresentam madeiramento escuro à mostra, com tijolos à vista e, na maioria das vezes, têm um sótão. São até hoje conhecidas como casas em enxaimel, uma forma muito antiga de se fazer construções.


Casa típica alemã. Blumenau (SC).


Casa típica alemã. Blumenau (SC).

Casa típica alemã. Blumenau (SC).




Casa de arquitetura alemã. Pomerode (SC).


 Casa de arquitetura alemã. Pomerode (SC).

Casa de arquitetura alemã. Pomerode (SC).




Casa típica alemã em Santa Catarina.


 Casa típica alemã em Santa Catarina.

Casa típica alemã em Santa Catarina.




Museu da Família Colonial. Blumenau (SC).


 Museu da Família Colonial. Blumenau (SC).

Museu da Família Colonial. Blumenau (SC).



As casas açorianas eram de alvenaria e, até o fim do século XVIII, assemelhavam-se às casas portuguesas existentes no continente europeu e nas ilhas dos Açores.

As portas costumavam ser de madeira maciça e as janelas estavam situadas na frente da casa, lado a lado. Nas casas mais abastadas havia detalhes que enfeitavam o beiral, um avanço do telhado para além das paredes.

Do mesmo modo, alguns bairros ou locais públicos das cidades parecem ter identidade própria, pois as histórias que os caracterizam são bastante marcantes.


Casa de arquitetura açoriana no Vilarejo de Sambaqui. Florianópolis (SC).


 Casa de arquitetura açoriana no Vilarejo de Sambaqui. Florianópolis (SC).

Casa de arquitetura açoriana no Vilarejo de Sambaqui. Florianópolis (SC).



O centro da cidade de Florianópolis é formado por ruas estreitas com predominância de casas antigas em estilo açoriano. Ali estão também o Mercado Público e o Museu Histórico de Santa Catarina.


O centro da cidade de Florianópolis


 O centro da cidade de Florianópolis

O centro da cidade de Florianópolis



Bom Retiro é um dos bairros mais antigos de Blumenau. Próximo da região central, destaca-se pela forte presença da indústria têxtil.


Bom Retiro é um dos bairros mais antigos de Blumenau.


 Bom Retiro é um dos bairros mais antigos de Blumenau.

Bom Retiro é um dos bairros mais antigos de Blumenau.



O bairro Anita Garibaldi, em Joinville, tem este nome devido a sua principal rua, de mesmo nome, que dá acesso ao centro da cidade.


O bairro Anita Garibaldi, em Joinville


 O bairro Anita Garibaldi, em Joinville

O bairro Anita Garibaldi, em Joinville









Conteúdo correspondente: