Atividades extrativistas de Santa Catarina



Essa é a atividade mais antiga praticada pela humanidade. Consiste na coleta de produtos naturais de origem animal, vegetal e mineral, que podem ser consumidos in natura ou utilizados como matéria-prima nas indústrias de transformação. A atividade extrativista, quando realizada de forma clandestina e indiscriminada, causa grandes danos à natureza e pode até levar à extinção determinadas espécies de vegetais e animais, como por exemplo, a extração indiscriminada da madeira das araucárias.


Extrativismo vegetal


A extração de madeira das reservas florestais de araucárias, que movimenta o setor moveleiro e a produção de celulose do estado, já foi realizada de forma indiscriminada no passado, mas atualmente obedece às normas da legislação.

Em épocas passadas, a erva-mate também era obtida por meio do extrativismo. Atualmente a erva é cultivada, sendo o município de Canoinhas o maior produtor.


Extrativismo mineral


No estado também são explorados carvão mineral, quartzo, bauxita, argila cerâmica, petróleo e gás natural na plataforma continental.

Inicialmente, o carvão brasileiro foi descoberto em Guatá, no município de Lauro Müller, Santa Catarina, em 1827. O carvão foi explorado por uma empresa inglesa que construiu uma estrada de ferro que ia das jazidas até o porto de Laguna, para exportar o minério. É a atividade extrativista de maior destaque para o estado.

O carvão catarinense é considerado de boa qualidade, tipo betuminoso alto. É explorado em Criciúma, Lauro Müller, Tubarão e Urussanga, sendo utilizado para geração de energia elétrica em usinas termelétricas e como matéria-prima para a produção de aço nas usinas siderúrgicas. Pode ser explorado a céu aberto ou em minas subterrâneas.

A exploração desordenada de minerais pode provocar danos ambientais irreversíveis para o solo, atmosfera, vegetação, rios e, também, causam problemas de saúde às pessoas que moram próximas e que trabalham nesta atividade, se a exploração não respeitar as normas e cuidados exigidos pela legislação ambiental.

Veja as imagens a seguir, as quais mostram rios e lagos contaminados pela exploração do carvão mineral e a falta de cuidado com os resíduos da atividade carbonífera em algumas localidades do estado.


Rio Mãe Luzia poluído por resíduos da atividade mineral do carvão. Treviso (SC).


  Rio Mãe Luzia poluído por resíduos da atividade mineral do carvão. Treviso (SC).

Rio Mãe Luzia poluído por resíduos da atividade mineral do carvão. Treviso (SC). Em seu estado atual, não tem condições de utilização para abastecimento e nem mesmo para irrigação, recreação ou pesca, em função do alto teor de acidez, metais e sólidos suspensos de suas águas.

Rio Mãe Luzia poluído por resíduos da atividade mineral do carvão. Treviso (SC) – Imagem em Alta Resolução




Lago ácido devido ao despejo de resíduos da exploração mineradora carbonífera


 Lago ácido devido ao despejo de resíduos da exploração mineradora carbonífera

Lago ácido devido ao despejo de resíduos da exploração mineradora carbonífera, próximo à região de Aparados da Serra, sul de Santa Catarina.

Lago ácido devido ao despejo de resíduos da exploração mineradora carbonífera – Imagem em Alta Resolução




Contaminação provocada pela exploração de carvão no sul de Santa Catarina.


Contaminação provocada pela exploração de carvão no sul de Santa Catarina.

Contaminação provocada pela exploração de carvão no sul de Santa Catarina.

ontaminação provocada pela exploração de carvão no sul de Santa Catarina – Imagem em Alta Resolução






Extrativismo animal


A pesca foi a primeira atividade extrativista do estado, iniciada com os primeiros colonizadores açorianos. Atualmente, é uma das mais importantes atividades econômicas, sendo seu crescimento consequência, principalmente, da modernização das técnicas e equipamentos de pesca.

O estado é o maior produtor de pescado e crustáceos do país, sobretudo em Navegantes, Itajaí e Florianópolis. A pesca é praticada de forma extrativista principalmente nas reservas, como a de Pirajubaé. Quando utiliza equipamentos e técnicas mais apuradas de realização, passa a ser uma atividade industrial.

O estado de Santa Catarina é o maior produtor de ostras e mexilhões cultivados em fazendas aquícolas.




 Atividades extrativistas de Santa Catarina - SC

Conteúdo correspondente:

Juliana Francine Da Costa Silveira