As festas populares em Santa Catarina



Além dos roteiros de belezas cênicas, o estado de Santa Catarina promove festas populares que também se tornaram atrações turísticas.

Os colonizadores e imigrantes europeus, que se fixaram em Santa Catarina, trouxeram também em sua bagagem as lembranças dos costumes, das tradições, das danças e o sabor de sua terra natal. Para relembrar suas tradições, passaram a comemorar essas lembranças em festas organizadas nas localidades em que viviam. Essas festas se tornaram muito populares e caíram no gosto de muitas pessoas de outros estados brasileiros, e até do exterior, tornando-se atrações turísticas.

As Oktoberfest ou Festas de Outubro movimentam a economia local, pois promovem a criação de novos empregos em restaurantes e hotéis.

A primeira Oktoberfest de Santa Catarina como evento público foi realizada em agosto de 1984, na cidade de Blumenau, após uma grande enchente do rio Itajaí--Açu que invadiu a cidade. Como uma reação, a população da cidade resolveu organizar uma grande festa, com o objetivo de gerar fundos para a reconstrução de Blumenau.

A partir daí, a Oktoberfest se repete todos os anos, com duração de duas semanas, e é considerada a segunda maior festa da cerveja do mundo. O primeiro lugar cabe à festa realizada na cidade de Munique, na Alemanha.

Nestes eventos, as pessoas da região lembram sua origem germânica com os trajes que vestem, as danças e os cantos, muitos no idioma alemão. Há desfiles pelas ruas de Blumenau e pratos típicos da culinária alemã são oferecidos nos pavilhões.

Outro evento importante do estado, o Festival de Dança de Joinville foi criado em 1982, sendo hoje um dos mais importantes acontecimentos da cidade. A ocasião reúne mais de 6 000 bailarinos, nacionais e estrangeiros, e muitos visitantes que vêm de longe, até mesmo de outros países. Por tudo isso, a cidade de Joinville foi escolhida para receber uma escola oficial do balé russo do Teatro Bolshoi de Moscou.

A Fenaostra, festa bastante popular de tradição dos primeiros imigrantes da ilha de Santa Catarina, os açorianos, é realizada para celebrar a cultura local e promover Florianópolis como maior produtor de ostras do Brasil.

Outra festa de origem portuguesa, que acontece na cidade de Itajaí é a Marejada, também conhecida como Festa do Pescado, na qual são saboreadas várias opções da gastronomia à base de frutos do mar, com diversas atrações desde apresentações de danças a produtos do artesanato açoriano.

Há outras tantas festas no estado que atraem muitos turistas, como: a Fenarreco (festa nacional do marreco), em Brusque; a Schützenfest (festa dos atiradores), em Jaraguá do Sul; a Festa do Imigrante, em Timbó; a Tirolerfest, em Treze Tílias, que relembra o Tirol austríaco; a Musikfest (festa da música), em São Bento do Sul.


Desfile durante a Oktoberfest.


 Desfile durante a Oktoberfest.

Desfile durante a Oktoberfest.

Desfile durante a Oktoberfest – Imagem em Alta Resolução




Pomerode: é a cidade mais alemã do Brasil. Produz porcelanas e realiza festas típicas.


Pomerode: é a cidade mais alemã do Brasil. Produz porcelanas e realiza festas típicas.

Pomerode: é a cidade mais alemã do Brasil. Produz porcelanas e realiza festas típicas.

Pomerode: é a cidade mais alemã do Brasil – Imagem em Alta Resolução




Blumenau: tradição e arquitetura germânica atraem visitantes para as compras e festas tradicionais como a Oktoberfest.


  Blumenau: tradição e arquitetura germânica atraem visitantes para as compras e festas tradicionais como a Oktoberfest.

Blumenau: tradição e arquitetura germânica atraem visitantes para as compras e festas tradicionais como a Oktoberfest.

Blumenau: tradição e arquitetura germânica atraem visitantes para as compras e festas tradicionais como a Oktoberfest – Imagem em Alta Resolução






  As festas populares em Santa Catarina

Conteúdo correspondente: