1. Cronologia do Universo



O universo surgiu ao redor de 13 bilhões de anos atrás, segundo a teoria do Big Bang. Esse início surge a partir de um estado inacreditavelmente quente e denso, numa explosão onde os diversos elementos químicos foram produzidos durante os primeiros minutos após esse evento. A partir dessa explosão o universo inicia um processo de expansão ao qual à medida que se expande vai passando por várias transições, em particular aquelas que separaram as forças físicas e deram origem a várias partículas, principalmente prótons, nêutrons, elétrons e fótons (radiação). Essas partículas se uniram, formando núcleos e finalmente átomos.

Os primeiros átomos a se formarem foram os gases hélio (He), deutério(D) e lítio, que surgiram por meio de fusão de prótons e neutros. Ainda nessa época toda a matéria estava ionizada, prótons e elétrons estavam separados e em equilíbrio térmico com a radiação. Entretanto, quando a temperatura caiu para uns mil graus, os elétrons começaram a se combinar com os prótons para formar os átomos neutros, sendo que esses tem maior dificuldade em interagir com os fótons e termina a era da radiação iniciada com o Big Bang, dando início a era da matéria.

Na era da matéria ao expandir-se, o hélio e o hidrogênio esfriaram e se condensaram em estrelas e galáxias. A radiação inicial permanece resfriando-se à medida que o Universo se expande, chegando hoje a uma temperatura de cerca de -270 graus centígrados.

O processo de formação das estrelas iniciou por volta de 200 milhões de anos e as galáxias por volta de 500 milhões de anos após o Big Bang.

O sistema Solar só se formou ao redor de 5 bilhões de anos atrás, pelo colapso gravitacional de uma nuvem molecular que deu origem a várias estrelas dentre elas o Sol. E o planeta Terra se formou por volta de 4.5 bilhões de anos atrás.





Cronologia do Universo



Conteúdo correspondente: