O Diário de Anne Frank


Quarta-feira, 29 de setembro de 1943


Querida Kitty


Hoje é aniversário da sra. Van Daan. Demos a ela um pote de geléia, alguns cupons para queijo, carne e pão. Do marido, de Dussel e de nossos protetores, recebeu coisas de comer e flores. Esses são os tempos em que vivemos!

Elli teve um ataque de nervos esta semana; mandaram-na à rua muitas vezes, sempre pedindo que fosse com toda a urgência buscar alguma coisa, o que significava invariavelmente uma incumbência a mais. Se a gente levar em conta que Elli tinha ainda que fazer o seu trabalho lá embaixo e mais o de Koophuis, que está doente; e o trabalho de Miep, em casa com gripe; que está com o tornozelo luxado, tem preocupações amorosas, e um pai rabugento, não há de se admirar do seu desespero. Procuramos consolá-la dizendo que, se fincar pé uma ou duas vezes dizendo que não tem tempo, logo as listas de compras vão diminuir automaticamente.

Há qualquer coisa de errado com o sr. Van Daan. Papai anda muito zangado, por razão que ignoro. Oh, que explosão estará pairando sobre nós? Se ao menos eu não estivesse sempre tão envolvida nessas brigas! Se eu pudesse sair! Essa gente vai acabar nos deixando doidos, e não demora muito!


Sua Anne.




O Diário de Anne Frank - Links

Conteúdo correspondente: