O Diário de Anne Frank


Quinta-feira, 11 de maio de 1944


Querida Kitty


Estou ocupadíssima no momento e, ainda que pareça incrível, não tenho nem tempo de dar conta de tudo o que tenho a fazer. Vou lhe contar, rapidamente, minhas atribuições. Até amanhã tenho que terminar a leitura de Galileu Galilei, que tem que ser devolvido à biblioteca. Comecei ontem, mas darei um jeito. A semana que vem terei que ler Palestina nas encruzilhadas e a segunda parte de Galileu Galilei. Acabei de ler ontem a primeira parte da biografia do imperador Carlos V e é importante que ponha em ordem todos os diagramas e árvores genealógicas que extraí desse livro. Tenho ainda três páginas de palavras estrangeiras tiradas de diversos livros, para serem escritas, aprendidas e decoradas. E há também as minhas estrelas de cinema, que estão na maior bagunça, pedindo arrumação; enfim, como uma arrumação dessas demoraria vários dias e a professora Anne está atarefadíssima com tanto trabalho, o caos há de continuar o caos.

Depois tenho Teseu, Édipo, Peleu, Orfeu, Jasão e Hércules, todos à espera de serem postos em ordem, pois seus diferentes feitos se entrecruzam em meu cérebro como a trama colorida de um tecido; já é tempo também de Miron e Fídias receberem atenção. O mesmo acontece com as guerras dos Sete e dos Nove Anos; faço uma misturada incrível. Mas o que se há de fazer se minha memória é péssima? Imagine como estarei quando tiver oitenta anos!

Oh, ainda há mais: a Bíblia. Quanto tempo vou levar até encontrar a Suzana dos banhos? E o que querem eles dizer com a culpa de Sodoma e Gomorra? Há ainda tanta coisa que preciso descobrir e aprender! Enquanto isso, larguei de lado Lisolette, de Pfalz.

Kitty, não dá para perceber que estou a ponto de estourar?

Agora, outra coisa. Você bem sabe que meu maior desejo é ser jornalista e, mais tarde, escritora famosa. Se essas inclinações à grandeza (ou à insanidade?) se concretizarão um dia, não sei. Assuntos é que não me faltam. Em todo caso, depois da guerra, desejo publicar um livro chamado Het achterhuis [25]. Se obterei sucesso ou não, é coisa que não posso saber; em todo caso, meu diário será de grande auxílio. Tenho outras idéias além de Het achterhuis. Mais tarde, quando tiverem assumido forma definitiva em minha mente, falarei a você sobre elas.


Sua Anne.




O Diário de Anne Frank - Links

Conteúdo correspondente: