O Diário de Anne Frank


Sábado, 13 de maio de 1944


Querida Kitty


O aniversário de papai foi ontem. Há dezenove anos que mamãe e papai são casados. A faxineira não estava lá embaixo, e o sol brilhava como jamais havia brilhado neste ano de 1944. Nosso castanheiro está em plena floração, coberto de folhas e muito mais bonito que no ano passado.

Papai ganhou de Koophuis a biografia de Lineu; de Kraler, um livro sobre a natureza; de Dussel, Amsterdam by the water, e de Van Daan, uma caixa enorme, lindamente enfeitada e decorada. Até parecia feita por profissional. Dentro havia três ovos, uma garrafa de cerveja, uma de iogurte, e uma gravata verde. Ao lado dela, nosso vidro de melado pareceu insignificante. As rosas que eu dei estavam perfumadíssimas, comparadas aos cravos de Miep, que não tinham perfume, mas eram também muito bonitos. Não há dúvida de que ele foi bem festejado. Chegaram cinqüenta docinhos enfeitados, que maravilha! Papai ofereceu pão de mel, cerveja para os homens e iogurte para as senhoras, agradando a todos.


Sua Anne.




O Diário de Anne Frank - Links

Conteúdo correspondente: