A arte e as novas tendências


A arte adquiriu novas maneiras de representação, novas técnicas surgiram, novos materiais, novas temáticas. Mas isso só é possível quando compreendemos o desenrolar da História da Arte. Quando conhecemos o passado, podemos reinventar o presente e projetar novas perspectivas para o futuro.


Pintura rupestre na Caverna das Mãos em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.


Pintura rupestre na Caverna das Mãos em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.

Pintura rupestre na Caverna das Mãos em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.




Anúbis, deus da morte. Séc. XV a.C. Pintura sobre pedra calcária. Deir el-Bahri, Tebas (EG).


 Anúbis, deus da morte. Séc. XV a.C. Pintura sobre pedra calcária. Deir el-Bahri, Tebas (EG).

Anúbis, deus da morte. Séc. XV a.C. Pintura sobre pedra calcária. Deir el-Bahri, Tebas (EG).




Vênus de Milo. c. 100 a.C. Escultura em mármore, 202 cm. Museu do Louvre, Paris (FR).


 Vênus de Milo. c. 100 a.C. Escultura em mármore, 202 cm. Museu do Louvre,  Paris (FR).

Vênus de Milo. c. 100 a.C. Escultura em mármore, 202 cm. Museu do Louvre, Paris (FR).




CIMABUE, Giovanni. A Virgem e o Menino entronado. c. 1280.


 CIMABUE, Giovanni. A Virgem e o Menino entronado. c. 1280.

CIMABUE, Giovanni. A Virgem e o Menino entronado. c. 1280. Têmpera sobre painel, 385 cm x 223 cm. Galeria Uffizi, Florença (IT).




FRAGONARD, Jean-Honoré. O balanço. 1767.


 FRAGONARD, Jean-Honoré. O balanço. 1767.

FRAGONARD, Jean-Honoré. O balanço. 1767. Óleo sobre tela, 81 cm x 64 cm. Wallace Colection, Londres (UK).




CÉZANNE, Paul. O monte Santa Vitória com pinheiro. c. 1882.


 CÉZANNE, Paul. O monte Santa Vitória com pinheiro. c. 1882.

CÉZANNE, Paul. O monte Santa Vitória com pinheiro. c. 1882. Óleo sobre tela, 67 cm x 92,5 cm. Galeria Courtauld, Londres (UK).




MALFATTI, Anita. A estudante. 1915-1916.


 MALFATTI, Anita. A estudante. 1915-1916.

MALFATTI, Anita. A estudante. 1915-1916. Óleo sobre tela, 76 cm x 61 cm. Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo (SP).




Esteira e cocar: exemplos de arte indígena brasileira na atualidade.


  Esteira e cocar: exemplos de arte indígena brasileira na atualidade.

Esteira e cocar: exemplos de arte indígena brasileira na atualidade.






O Novo e o moderno



Será que o que é criado atualmente pode ser chamado de novo, moderno ou contemporâneo? Pintura, escultura, gravura, mosaico, vitrais... ou desenho animado, fotografia, cinema, instalações, performance. Realmente, o mundo hoje está repleto de possibilidades, de materiais os mais diversos e fontes inesgotáveis de informação, o que facilita, e muito, o processo criativo, ampliando, assim, o campo da produção artística.

Porém, o passado estará sempre se reinventando, estará sempre presente, voltando de diferentes formas e sendo reconstruído com materiais diferentes.


MANET, Édouard. O tocador de pífaro. 1866.


MANET, Édouard. O tocador de pífaro. 1866.

MANET, Édouard. O tocador de pífaro. 1866. Óleo sobre tela, 160,5 cm x 97 cm. Musee d’Orsay, Paris (FR).




Fotografia de moda militarista inspirada no século XVIII.


 Fotografia de moda militarista inspirada no século XVIII.

Fotografia de moda militarista inspirada no século XVIII.









Conteúdo correspondente: