A arte sem preocupação com a realidade


Com o passar do tempo, a arte deixou de ser responsável por representar a realidade, ideias coletivas, reivindicações sociais ou políticas, ou seja, ela passou a representar as ideias, os pensamentos e as emoções de seu criador. Observe com atenção a obra abaixo:

Não tente compreender o que está representado; apenas procure sentir o que esta obra causa em você. Observe com calma os detalhes, as cores, as linhas, as formas que pode perceber. Sinta essas sensações, sem preocupação com o que é certo ou errado.


POLLOCK, Jackson. Número 1A. 1948.


 POLLOCK, Jackson. Número 1A. 1948.

POLLOCK, Jackson. Número 1A. 1948. Óleo e tinta esmalte sobre tela, 172,7 cm x 264,2 cm. The Museum of Modern Art, Nova York (USA).



Jackson Pollock (1912-1956) foi um pintor americano que, com seu trabalho, tornou-se referência ao movimento do Expressionismo abstrato. No auge de sua obra, utilizava uma técnica criada por Max Ernst, o dripping, gotejamento, técnica na qual ele respingava a tinta sobre telas imensas; os pingos que chegavam à superfície da tela escorriam formando traços harmoniosos.

Pollock não inovou apenas na técnica, mas também na forma de pintar. Abandonou o cavalete, colocou as telas no chão e também deixou de usar pincéis. Leia a afirmação do próprio artista sobre esta maneira diferente de pintar:



“No chão estou mais à vontade, sinto-me mais perto, sinto que faço mais parte do quadro, visto que deste modo posso andar por cima dele, trabalhar a partir dos quatro lados e estar literalmente ‘dentro’ do quadro.”


Jackson Pollock



Capa do filme Pollock.


 Capa do filme Pollock.

Capa do filme Pollock.





Expressionismo abstrato


O Expressionismo abstrato foi um movimento artístico do século XX que teve origem nos Estados Unidos da América, mas atingiu influência mundial. Este movimento combina a intensidade de emoções, representada pelo Expressionismo alemão, com a estética antifigurativa do Abstracionismo europeu.

Os pintores mais conhecidos deste movimento são: Jackson Pollock, Philip Guston, Willem de Kooning, Clyfford Still e Wassily Kandinsky. Esses pintores inovaram não somente na temática, como também na técnica e nos materiais utilizados em suas pinturas, que, além da técnica do dripping (gotejamento), utilizavam pesado emplasto feito de areia, vidro e cinza vulcânica.


Lichtenstein, Roy. Fio elétrico. 1961.


 Lichtenstein, Roy. Fio elétrico. 1961.

Lichtenstein, Roy. Fio elétrico. 1961. Óleo sobre tela, 71,1cm x 45,7cm. Coleção particular.




Lichtenstein, Roy. Explosão. 1965. Esmalte de porcelana em aço


Lichtenstein, Roy. Explosão. 1965. Esmalte de porcelana em aço

Lichtenstein, Roy. Explosão. 1965. Esmalte de porcelana em aço, 248,9 cm x 170,2 cm. Local de custódia não identificado.




Pintura rupestre na “Caverna das Mãos” em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.


 Pintura rupestre na “Caverna das Mãos” em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.

Pintura rupestre na “Caverna das Mãos” em Santa Cruz na Patagônia (AR). Mão em negativo.




Pintura rupestre da chamada “Caverna das mãos” em Santa Cruz, na Patagônia (AR).


Pintura rupestre da chamada “Caverna das mãos” em Santa Cruz, na Patagônia (AR).

Pintura rupestre da chamada “Caverna das mãos” em Santa Cruz, na Patagônia (AR).




Glossário


Abstrato: o que se considera existente no domínio das ideias e sem base material.

Emplasto: neste caso, tecido ou outro tipo de material em que se colocam as substâncias a serem aplicadas.







Conteúdo correspondente: