Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul



A devastação da vegetação nativa do estado ocorreu principalmente com a ocupação das terras do Cerrado para a implantação de pastagens e lavouras de grãos e algodão, e também as carvoarias e siderúrgicas que utilizam o carvão vegetal.


Carvoaria ilegal no município de Anaurilândia (MS)


Carvoaria ilegal no município de Anaurilândia (MS)

Carvoaria ilegal no município de Anaurilândia (MS). As carvoarias avançam sobre as matas nativas do Pantanal sul-mato-grossense para produzir o carvão vegetal para a indústria siderúrgica.

Carvoaria ilegal no município de Anaurilândia (MS) – Imagem em Alta Resolução





Unidades de Conservação


Para frear a degradação dos ambientes naturais, disciplinar o processo de ocupação e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais, foram criadas leis de preservação ambiental e identificadas as áreas cuja diversidade biológica deve ser protegida.

Essas áreas são chamadas de Unidades de Conservação. Em algumas delas são desenvolvidas atividades de lazer, ecoturismo, mas sempre de forma controlada e respeitando a biodiversidade existente. Em outras nem mesmo é permitida a entrada de visitantes, ficando restrita a pesquisadores.

As unidades de conservação são classificadas em dois grupos: Unidades de Proteção Integral e Unidades de Uso Sustentável.


As Unidades de Proteção Integral são áreas que devem ser mantidas sem nenhuma modificação ou interferência humana. Classificam-se em:

  • Estações ecológicas;
  • Reservas biológicas;
  • Parques nacionais;
  • Monumentos naturais;
  • Refúgios de vida silvestre.

Vamos conhecer algumas das Unidades de Proteção Integral existentes no Mato Grosso do Sul.


Parque Nacional da Serra da Bodoquena


Localiza-se ao longo da fronteira entre o Mato Grosso do Sul e o Paraguai, abrangendo os municípios de Bodoquena, Jardim, Bonito e Porto Murtinho. Foi criado com o objetivo de proteger a fauna, a vegetação e a vida aquática dos rios: Salobra, Bonito, Perdido. O ecossistema é morada de inúmeras espécies de aves como: harpias, araras, tucanos. Também é hábitat de tamanduás e centenas de insetos.

As áreas de manejo ainda estão sendo implantadas. O parque pode ser visitado e há áreas destinadas ao ecoturismo e à educação ambiental.


Rio Perdido (MS)


 Rio Perdido (MS)

Rio Perdido (MS)

Rio Perdido (MS) – Imagem em Alta Resolução





Monumento Natural Rio Formoso


Localizado no município de Bonito, foi criado para garantir a preservação do rio Formoso que tem como característica as turfas de solo calcárias, formando barramentos naturais que fazem surgir uma sequência de lagos no qual consiste em atração turística. A sua criação tem como principal objetivo preservar as turfas calcárias, para estudo geológico, e toda espécie de vida animal e vegetal para pesquisas, educação ambiental e turismo de natureza e recreação.


Gruta do Lago Azul - Bonito (MS)


 	Gruta do Lago Azul - Bonito (MS)

Gruta do Lago Azul, sua cor é devida à reflexão da luz solar na água cristalina e rica em minerais calcários existentes no solo. Bonito (MS)

Gruta do Lago Azul - Bonito (MS) – Imagem em Alta Resolução





Unidades de Uso Sustentável


Já as Unidades de Uso Sustentável têm como objetivo permitir o uso racional dos recursos naturais por comunidades locais, mantendo a conservação da biodiversidade da área. Classificam-se em:

  • Área de Proteção Ambiental (APA);
  • Área de interesse ecológico;
  • Floresta nacional;
  • Reserva extrativista;
  • Reserva da fauna;
  • Reserva de desenvolvimento sustentável;
  • Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

APA do Lageado - O córrego do Lageado é o manancial responsável por uma parte do abastecimento da cidade de Campo Grande. Por isso, em 2001, foi criada a APA do Lageado com o objetivo de recuperar e conservar os recursos hídricos e proteger o ecossistema da região.


Buraco das Araras


Reserva Particular do Patrimônio Natural Buraco das Araras - Consiste numa área natural protegida e criada pela vontade do proprietário rural, que continua tendo a posse sobre as áreas, mas assume o compromisso com a conservação do ecossistema e pode ainda desenvolver pesquisa científica, promover o turismo e a educação ambiental.

Está localizado no município de Jardim. O buraco é uma cratera de 120 m de profundidade, hábitat de uma grande diversidade de pássaros e em especial das araras-vermelhas. A reserva particular foi criada por iniciativa dos proprietários com o objetivo de perpetuar a espécie e proporcionar o turismo ecológico contemplativo.


Buraco das Araras, no município de Jardim (MS)


  Buraco das Araras, no município de Jardim (MS)

Buraco das Araras, no município de Jardim (MS)

Buraco das Araras, no município de Jardim (MS) – Imagem em Alta Resolução






 Áreas de preservação Ambiental no estado de Mato Grosso do Sul - MS

Conteúdo correspondente: