Turismo em Mato Grosso do Sul



O espaço geográfico sul-mato-grossense apresenta enormes atrativos quanto à diversidade exuberante de vegetação, espécies animais, relevo, paisagens cênicas, pescaria esportiva e de lazer nos seus inúmeros rios e principalmente na maior planície inundável do planeta, o Pantanal. Esse conjunto de elementos naturais formam paisagens que atraem muitos turistas para o estado em busca do ecoturismo.

Ecoturismo é uma modalidade de turismo, na qual as pessoas procuram por lugares em que possam apreciar ambientes naturais e selvagens, em que se desfruta destas paisagens, respeitando as normas para não agredir a natureza. São práticas como rafting, canoagem, cavernas, cachoeiras, mergulhos, passeios pelos rios, escaladas em montanhas, trilhas ecológicas, pescaria de lazer e esportiva, etc.

Mas como aproveitar e usufruir desses atrativos naturais sem prejudicar e degradar os ecossistemas?

Na última década, o estado passou a ter essa preocupação e estabeleceu leis direcionadas para o aproveitamento sustentável dos seus ecossistemas voltados para a exploração do ecoturismo. Por isso, para se divertir em locais de apreciação dos ecossistemas em seu estado natural, com sua vida selvagem e as populações nativas, é preciso ter atitudes comportamentais e consciência de que é mais fácil conservar e preservar, do que recuperar o que já foi destruído na natureza.

Vamos conhecer alguns atrativos do estado explorados pelo ecoturismo.


“Em Bonito, tudo é realmente muito bonito”. Ilha do Padre em Bonito (MS)


 Ilha do Padre em Bonito (MS)

“Em Bonito, tudo é realmente muito bonito”. Localizado na Serra de Bodequena, o município de Bonito atrai visitantes pelas belezas das florestas preservadas e o maior aquário de água doce do Brasil. Há muitas opções de lazer como: banhos de cachoeira, trilhas, treking, mergulho, entre outras coisas. Ilha do Padre em Bonito (MS).




Vista aérea do Pantanal sul-mato-grossense.


 Vista aérea do Pantanal sul-mato-grossense.

São muitos os municípios que oferecem atrativos ao ecoturismo no pantanal sul-mato-grossense. Aquidauana é um dos acessos à região pelo lado sul. Em Corumbá a diversidade de atrativos culturais, históricos e de lazer é rica em belezas naturais. Outra porta de entrada para o bioma Pantanal é a cidade de Miranda, onde já é possível avistar a planície alagada e sua grande diversidade da fauna e flora. Vista aérea do Pantanal sul-mato-grossense.



Além dos roteiros de beleza cênica, históricos e de lazer, o estado de Mato Grosso do Sul promove festas populares e tradicionais que se tornaram atrações turísticas também.









Conteúdo correspondente: